Bem-vindos!!!!

Este blog foi criado para professores de 4º e 5º ano que encontram dificuldades para achar atividades. Algumas são criadas por mim e outras selecionadas dos grupos que participo. Se alguma atividade é de sua autoria me escreva para que dê os devidos créditos. Revise o conteúdo antes de utilizar.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

A Boa Sopa

 

Era uma vez uma mocinha pobre e piedosa que vivia sozinha com a mãe. Como não havia mais nada para comer na casa delas, a menina entrou na floresta em busca de alguma coisa. Na floresta ela encontrou uma mulher idosa que tinha conhecimento de sua pobreza e lhe deu de presente uma panelinha à qual era suficiente dizer: “Panelinha, cozinhe!”, para que na mesma hora ela cozinhasse uma excelente sopa de painço bem cremosa; e quando alguém dizia: “Panelinha, pode parar!”, ela logo parava de fazer a sopa.
A menina voltou para casa levando a panela e com aquele presente a pobreza das duas acabou, pois mãe e filha comiam a boa sopa da panelinha sempre que tinham vontade, e na quantidade que quisessem. Uma vez a menina havia saído e a mãe disse: “Panelinha, cozinhe!”. A panela cozinhou e a mãe comeu até ficar satisfeita; quando a fome acabou, a mãe quis que a panelinha parasse, mas como ela não sabia o que era preciso dizer, a panela continuou fazendo a sopa e a sopa transbordou, a panelinha continuou e a sopa escorreu pela cozinha, encheu a cozinha, escorreu pela casa, e depois invadiu a casa dos vizinhos, depois a rua, e continuou sempre escorrendo por todos os lugares, como se o mundo todo fosse ficar cheio de sopa para que ninguém mais sentisse fome.
 É, mas o problema é que ninguém sabia o que fazer para resolver a situação. A rua inteira, as outras ruas, tudo cheio de sopa, e quando em toda a cidade só tinha sobrado uma casinha que não estava cheia de sopa, a menina voltou para casa e disse calmamente: “Panelinha, pode parar!”, e a panela parou e a enchente de sopa acabou.
Só que todo aquele que quisesse entrar na cidade era obrigado a abrir caminho comendo a sopa.

Fonte: Contos de Grimm – Companhia das Letrinhas 

QUESTÕES

1.Releia o trecho abaixo:

“Era uma vez uma mocinha pobre e piedosa que vivia sozinha com a mãe. Como não havia mais nada para comer na casa delas, a menina entrou na floresta em busca de alguma coisa”.

O que a menina estava procurando? Justifique.

2.Para a panelinha começar a cozinhar era suficiente dizer “Panelinha, cozinhe”. Isso quer dizer que:

a. (     ) a panelinha era bondosa.
b. (     ) a panelinha sabia fazer comida.
c. (     ) a panelinha tinha fome.
d. (    ) a panelinha era mágica.

3.Na floresta, a menina encontrou uma mulher idosa. Quem essa mulher idosa poderia ser?
a. (    ) Uma fada.
b. (     ) Uma bruxa.
c. (     ) A avó da menina.
d. (     ) Uma mulher rica.

4.Que problema a mãe da mocinha causou?
5.A mãe da menina causou o problema na cidade porque:

a. (     )   ela estava com fome.
b. (     )   queria que a panelinha cozinhasse muita comida.
c. (     )  não sabia o que era preciso dizer à panelinha.
d. (     )   ela não tinha poderes.

6.Leia novamente o trecho abaixo:

“É, mas o problema é que ninguém sabia o que fazer para resolver a situação”.

Qual era a situação a que o trecho se refere? Como o problema foi resolvido?

7.O que era preciso fazer para poder entrar na cidade?

8.Essa história se desenvolve por causa de um problema principal. Qual é?
                   
a. (   )  A fome da menina.
b. (   ) A comida que acabou na casa da menina.
c. (   ) A mãe que não sabia fazer a panela parar.
d. (   ) A mulher idosa que deu a panelinha pa

5 comentários:

  1. muito bom mas eu queria as respostas!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Helena
    Vou usar o conto para fazer várias atividades com o meu 2º ano, reescrever o final vai ser uma delas! Vou contar a história ao longo de uma semana e depois vou dar a atividade, depois te conto como foi!
    Obrigada

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante!!!